As previsões são ótimas para o início do Billabong Pipe Masters e um big swell promete ondas excelentes para Pipeline nesta quinta-feira, primeiro dia de janela do último desafio do ano no Hawaii. A expectativa é grande para o evento que fecha o grupo dos 32 surfistas indicados pelo ASP World Ranking para o Dream Tour 2012. A novidade foi o convite especial da ASP para o catarinense Willian Cardoso, 25 anos, poder computar os pontos conquistados nos tubos do templo sagrado do surf.

Esta é uma nova e última chance para o catarinense entrar no G-32 para o ASP World Title Race 2012. Willian é o 35º do ranking e agora fica em igualdade de condições na briga direta por vaga contra o sul-africano Travis Logie (33º) e os australianos Kai Otton (34º) e Chris Davidson (36º). Eles começam na primeira das três fases em que foram divididos os 48 participantes, contra os doze convidados havaianos que estão vibrando com o swell previsto para esta semana. Para superar os últimos dos 32, Willian precisa vencer três baterias em Pipeline.

Willian Cardoso, Drug Aware Pro 2011, Margaret River, Austrália.

Conhecido pelo seu power surf, Willian Cardoso ganha mais uma chance para tentar vaga no World Tour 2012.

O Pipe Masters é o campeonato dos sonhos da maioria dos surfistas e Willian foi escalado na décima bateria, com um havaiano muito experiente em ondas grandes como as esperadas para o primeiro dia em Pipeline, Shane Dorian. Os outros convidados para lutar pelas últimas vagas foram os norte-americanos CJ Hobgood (31º), Tanner Gudauskas (40º) e Kolohe Andino (24º), que venceu as duas etapas da perna de fim de ano da ASP South America e praticamente confirmou seu nome no G-32 para o ASP World Title Race 2012 no Brasil.

Kolohe irá se juntar ao grupo de adolescentes que já vem se destacando na elite dos melhores surfistas do mundo, como o brasileiro Gabriel Medina, 17 anos de idade como ele, e o havaiano John John Florence, 19, que estiveram presentes na mesa da coletiva de imprensa do Billabong Pipe Masters no Hawaii. Medina não participou das outras duas provas da Tríplice Coroa Havaiana, mas é a grande atração da rotação de meio de ano da elite.

Foi apontado como novo fenômeno ao ganhar duas das quatro provas do ASP World Tour que disputou, a da França com seus aéreos sensacionais em Hossegor e o Rip Curl Pro Search na badalada San Francisco, Califórnia, Estados Unidos. E John John Florence, que venceu a Vans World Cup of Surfing em Sunset Beach na semana passada, lidera o ranking da Tríplice Coroa Havaiana, podendo ser o mais jovem da história a conquistar este título.

O havaiano é um dos doze pré-classificados da segunda fase, como os brasileiros Jadson André, Raoni Monteiro e Miguel Pupo. Já Gabriel Medina está junto com Adriano de Souza e Alejo Muniz no grupo dos principais cabeças de chave que só entram na terceira rodada de doze baterias. A sua estreia no primeiro Pipe Masters da carreira será logo após a do maior astro do esporte, Kelly Slater, então certamente com praia lotada em Pipeline.

“Eu vim para o Hawaii cinco vezes, mas nunca surfei os tubos aqui (em Pipeline) porque é sempre muito lotado. Espero que eu possa surfar boas ondas este ano só com mais um ou dois surfistas na água. Não tenho muita experiência em ondas grandes, mas estou animado para competir e vou fazer o meu melhor”, diz Gabriel Medina, durante a coletiva de imprensa ao lado de feras como Slater, Taj Burrow, Bruce Irons e John John Florence.

Gabriel Medina, Kelly Slater e Taj Burrow, Billabong Pipe Masters 2010, Oahu, Hawaii. Foto: © ASP / Kirstin.

Gabriel Medina, Kelly Slater e Taj Burrow descontraídos durante a coletiva de imprensa do Billabong Pipe Masters. Foto: © ASP / Kirstin.

Billabong Pipeline Masters 2011

Primeiro fase

1 Matt Wilkinson (Aus) x Marcus Hickman (Haw)
2 CJ Hobgood (EUA) x Kekoa Bacalso (Haw)
3 Fredrick Patacchia (Haw) x Evan Valiere (Haw)
4 Travis Logie (Afr) x Bruce Irons (Haw)
5 Kai Otton (Aus) x Ian Walsh (Haw)
6 Chris Davidson (Aus) x Kai Barger (Haw)
7 Daniel Ross (Aus) x Aamion Goodwin (Haw)
8 Dane Reynolds (EUA) x Jamie O’Brien (Haw)
9 Kolohe Andino (EUA) x Laurie Towner (Aus)
10 Willian Cardoso (Bra) x Shane Dorian (Haw)
11 Tanner Gudauskas (EUA) x Jack Freestone (Aus)
12 Mason Ho (Haw) x Hank Gaskell (Haw)

Segunda fase

1 Adrian Buchan (Aus)
2 Miguel Pupo (Bra)
3 Bede Durbidge (Aus)
4 John Florence (Haw)
5 Taylor Knox (EUA)
6 Raoni Monteiro (Bra)
7 Brett Simpson (EUA)
8 Adam Melling (Aus)
9 Kieren Perrow (Aus)
10 Dusty Payne (Haw)
11 Tiago Pires (Por)
12 Jadson André (Bra)

Terceira fase

1 Joel Parkinson (Aus)
2 Alejo Muniz (Bra)
3 Adriano de Souza (Bra)
4 Julian Wilson (Aus)
5 Damien Hobgood (EUA)
6 Kelly Slater (EUA)
7 Gabriel Medina (Bra)
8 Michel Bourez (Tah)
9 Owen Wright (Aus)
10 Jordy Smith (Afr)
11 Josh Kerr (Aus)
12 Taj Burrow (Aus)

Top 3 da Vans Triple Crown 2011

1 John John Florence (Haw) – 9.780 pontos
2 Adam Melling (Aus) – 9.650
3 Michel Bourez (Tah) – 8.480

Top 5 do ASP World Tour 2011

1 Kelly Slater (EUA) – 63.350 pontos
2 Joel Parkinson (Aus) – 48.600
3 Owen Wright (Aus) – 47.900
4 Adriano de Souza (Bra) – 43.700
5 Taj Burrow (Aus ) – 42.200